segunda-feira, 28 de março de 2011

Becoming Jane

Meninas, boa tarde!

Aproveitando o post da Bekucha sobre o livro Orgulho e Preconceito, da minha escritora favorita, resolvi comentar sobre um filme que eu vi novamente ontem: Becoming Jane (ou Amor e Inocência). O filme tenta ser uma biografia da Jane Austen. Na verdade, não se sabe muita coisa sobre ela. Jane nasceu em 17 de dezembro de 1775 e morreu em 18 de julho de 1817, vítima da Doença de Addinson. Aliás, isso é uma coisa que até hoje gera especulação, não se sabe ao certo se ela realmente morreu devido à essa enfermidade. 

Quando comecei a ver o filme, de cara me lembrei de certos personagens de Orgulho e Preconceito, aliás, a própria Jane (interpretada por Anne Hathaway) lembrou-me de Elizabeth Bennet. Duas mulheres inteligentíssimas e de personalidade marcante que não se deixavam levar por certos costumes da época. Naqueles tempos, não era de bom tom que uma mulher tivesse uma profissão, mas minha querida autora decidiu "viver de sua caneta".

Jane Austen chegou a receber um pedido de casamento por Harris Bigg-Wither e consentiu, mas ao que tudo indica, declinou do pedido no dia seguinte. Não sei se o personagem Mr. Wisley do filme é uma referência à esse jovem que pediu a mão de Jane. Bom, o fato é que Mr. Wisley e sua tia Lady Gresham são muito parecidos com Lady Catherine de Bourgh e Mr. Darcy, de O&P. Então, penso até que ponto a vida da autora teria influenciado na construção dos personagens deste livro. Até mesmo a afinidade entre Elizabeth  e Jane Bennet pode ser comparada à afinidade entre as também irmãs Jane e Cassandra Austen.

Quando li que Anne Hathaway havia sido escolhida para protagonizar o filme, de imediato pensei "Por que não uma atriz inglesa?", mas, de fato, existe uma química maravilhosa entre Anne e James McAvoy,  que interpreta Tom Lefroy, o suposto flerte de Austen. Aliás, ele está maravilhoso neste filme! Desde os momentos em que aparece em plena farra em Londres, até os momentos mais afetuosos... ou até mesmo quando encontra-se desiludido por sua condição não permitir que seu maior desejo fosse realizado.

Ficamos sem saber muitas coisas, porque Cassandra queimou as cartas enviadas por Jane. Porém em algumas das que não foram queimadas, Jane falou sobre Tom Lefroy e, em especialmente em uma delas, falou sobre o último dia em que ela o veria, já que ele estava de partida. Foi quando Jane mencionou à irmã sobre as lágrimas que corriam enquanto ela descrevia esta situação.

Agora, uma cena do filme, que sempre me deixa com vontade de chorar, é a cena final onde eles se reencontram anos depois. Isso não aconteceu na vida real, mas é uma bonita cena, principalmente, quando ela descobre que Tom Lefroy deu à sua filha mais velha o nome de Jane... E isso é verdade!!! Seria apenas uma coincidência??? Afinal, o nome da mãe de sua esposa também era Jane (Lady Jane Paul) rsrsrsr. Mas gosto de pensar que ele realmente gostou dela na vida real...

Algumas cenas não aconteceram de verdade, mas, num todo, o filme me agrada e me emociona sempre que eu vejo!!





Uma outra cena que eu adoro, é essa cena do baile! Ela chega ao local procurando por ele e não o encontra... Depois, já desanimada, vai dançar (se não me falha a memória) com o Mr. Wisley e de repente no meio da dança o Tom Lefroy aparece! O rosto dela se ilumina!!! Amooooo essa parte do filme!!!

Para quem ainda não assitiu, fica essa dica!!!

Beijus meninas!

6 comentários:

Paulo Tamburro disse...

OLÁ VANESSA.

SOU SEU MAIS NOVO SEGUIDOR.

MENINO PODE? (RS).

ESTOU LHE CONVIDANDO PARA CONHECER UM DOS MEUS BLOGS DE HUMOR:

HUMOR EM TEXTO,

E A CRÔNICA DA SEMANA É:

“ COM ESSA EU CASO”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO.

O BLOG É DE HUMOR E...DE GRAÇA!

UM ABRAÇÃO CARIOCA.

Vanessa disse...

Olá Paulo, seja bem vindo ao nosso blog, depois irei visitar o seu!

Abraços,

vanessa.

Beka disse...

Vanessinha,
Esse filme é bem bonitinho mesmo e, realmente, dá a sensação que Orgulho e Preconceito foi bastante influenciado pela vida da autora Jane Austen!
Bjs,
Beka.

Vanessa disse...

Eu simplesmente amo esse filme! E adorei tb a atuação do james MacAvoy!! Muito fofo!

Mariana disse...

Eu já vi esse filme há algum tempo e lembro que gostei bastante! ;)

Raquel disse...

Este filme é muito bom!!!